Cabeleiras ou Perucas?

As cabeleiras são hoje de grande qualidade nos acabamentos, confortáveis e praticamente impercetíveis. É quase impossível perceber se alguém a está, ou não a usar uma cabeleira.  Não voltaremos a chamar peruca ou postiço a um acessório que pode e deve ser desejado por todas as mulheres para mudar de visual, por um dia, para uma festa, para qualquer ocasião em que o cabelo original não esteja bonito. Muitas vezes a falta de cabelo é pontual, é uma transparência no topo da cabeça e estas são situações possíveis de resolver com pequenas peças personalizadas que se misturam harmoniosamente com o cabelo original, evitando o recurso a uma cabeleira completa.

Eliminar a conotação negativa da palavra peruca no contexto de mulheres sujeitas a tratamentos que provocam a queda do cabelo, como é o caso da quimioterapia, é um dos propósitos pelo qual lhes chamamos Cabeleiras ou Próteses Capilares. Perucas são objeto do passado e lembram sempre acessórios de pouca qualidade. Hoje, graças ao extraordinário avanço das tecnologias, as perucas dão lugar a Cabeleiras, que têm a perfeição de até imitarem o couro cabeludo, e favorecem qualquer mulher nessa situação de tratamento, deixando de lado o uso do lenço como se fosse uma pessoa desajustada do meio onde sempre viveu. A auto-estima das mulheres em tratamento sobrevaloriza-se e enfrentam muito melhor essa fase dramática, mas que conduz à cura na grande maioria dos casos.

Temos Cabeleiras e Próteses de cabelo sintético, de cabelo 100% Natural, que vestem como uma luva, e até de fibras inovadoras, resistentes ao calor de secador. É possível conceber Próteses por medida, escolhendo a cor, a forma e a densidade do cabelo. As próteses podem até ser fixas ao couro cabeludo com cola hipoalergénica, solução muito apreciada por quem sofre de alopécia areata ou universal.